Scroll

A nossa história

O Projecto


I - O inicio


Há sonhos, não diria bem sonhos… mais ideias, que parece que toda a vida nos movem e fazem percorrer determinado caminho!!


Sou Alentejana, desde sempre na diáspora. Vivo bem na minha “urbanidade”, não gosto especialmente de tarefas agricolas…, aliás não gosto mesmo nada… Adoro a minha profissão, estou de bem com a vida, a qual nunca pretendi mudar.

No entanto a calma da aldeia, o campo a perder de vista , de preferência com “aquele calor” que nos envolve dá-me paz e leva–me de volta a algum recanto da minha infancia em que poderia ter seguido qualquer caminho, qualquer vida …

Aí de vez em quando surgia a ideia … gostava de ter um Monte… (assim sem mais nada , nem segundas intenções…) Por vezes dizia a alguém… Acho que foi por volta do ano 2000 que alguém me telefonou a dizer que tinha um Monte bom para nós!! Não queriamos, não estava no "programa”… talvez um dia… No verão de 2002, outro telefonema: temos um Monte espetacular para ti!! Vamos ver?? Vamos… O ”Monte” era perfeito: bons acessos, electricidade, água, um olival fantastico, grande e bem cuidado, uma casa como nova … tinha azulejos e tudo!!

Nah… sabe, queria mais mato - dizia eu ao Sr. da Imobiliária - O Manel e os rapazes olhavam para mim incredulos… (acho que pensavam: - enlouqueceu de vez…). E aí o Sr disse que sim, que tinha um Monte mas muito velho, a cair, e o sitio…

E se nos levasse lá?? Alentejo, Agosto, um calor daqueles…, no meio do nada… só mato mesmo, e quando estavamos a chegar, um dos meus filhos, na época entre os 8 e os 12 anos, diz “- ó mamã achas que é aqui?” Sim acho que sim!! A casa em ruinas tinha um forno, antigo de pão… era um sitio com alma… tinhamos chegado…




II - O inicio dos” problemas”


Compramos o “monte”.


Nem fomos saber se ficaria debaixo de água, ( a barragem ainda estava vazia) ou se se poderiamos construir alguma coisa. Ficou acordado que durante 10 anos eu não teria qualquer ideia… Mas 2 anos (2 Verões) depois, pensei: e se plantassemos qualquer coisa??

Zona Agraria – Que sim, pode plantar olival, mas o prazo da DPIP (declaração prévia de intenção de plantar) acaba hoje… Hoje? A que horas? Foi o principio do contra relógio em que passamos a viver…

Deitamos literalmente “mãos à obra “, A terra mais do que agreste, foi rasgada e preparada, escavou-se uma pequena barragem, ( havia uma ténue linha de água). Transformamos um espaço bravio , naquilo que seria mais tarde o nosso “jardim “. Plantamos olival, laranjal e algumas arvores de sombra… E já agora vamos reconstruir o “monte”… não podiamos!! Só reparar os 100 metros quadrados existentes…

Entre pareceres, passos perdidos, projectos feitos e refeitos, chegamos a Abril de 2009. Tinha sido aprovado o projecto de Arquitectura… naquela zona, se fosse para fins turisticos podiamos “ampliar” a construção existente… Aí sim o sonho veio à tona, e porque não viver pelo menos duas vidas?? Contra tudo e todas as evidencias decidimos avançar, (ainda só no papel).

Projectos de especialidades na Camara, Projecto no PRODER… Mais pareceres, mais passos perdidos… Agosto de 2010 - projecto de financiamento aprovado pelo Proder… Ponto de não retorno… Agora era a sério… Prazo limite para começar a construção 18 de Agosto de 2011…


Avançamos!






O Projecto


um espaço de Agroturismo de que dispomos, no Coração do Alentejo, junto à Albufeira do Alqueva.


Breve apresentação do nosso projecto

Abrimos as portas no dia 2 de Julho de 2016. Adquirimos a propriedade e desde sempre lutámos para que estivesse o mais integrada com a envolvência e com a região. Deste modo, não perderíamos um dos grandes trunfos da nossa propriedade (a paisagem bucólica). Por outro lado, a albufeira do Alqueva, o lago, veio até nós. Sem nos apercebermos da dimensão do projecto do Alqueva, ficámos com água mais perto do que imaginávamos (a cerca de 5 minutos a pé da casa). Facilmente nos apaixonámos pelo lago e portanto, todo o tipo de actividades náuticas como por exemplo passeios de barco, de kayak ou SUP padle são imprescindíveis (disponíveis por marcação).

Temos empresas parceiras, que inclusivamente vêem buscar os nossos clientes ao pontão da Aldeia da Estrela ( +_ 3 km ) , proporcionando passeios exclusivos , para os quais o Monte fornece os cestos de picnic.

Temos 6 quartos duplos e 1 twin + suite familiar ( até 4 pessoas). 3 com vista piscina e outros com vista piscina/campo.

Cada quarto tem um pequeno espaço exterior reservado para o hóspede com um mesa e uma cadeira para ler um livro, ou para os mais preguiçosos, uma rede brasileira para dormir uma sesta.

De infra-estruturas temos: Sala de pequenos almoços interior e exterior, Sala comum com lareira central e um lounge exterior, sala de jogos, sala de leitura, Spa, zona cardio, adega, salão de eventos, piscina, um pequeno lago. Temos a nossa própria horta, um pequeno pomar e galinhas.

Estamos situados na reserva Dark Sky of Alqueva, (sendo que esta Reserva foi considerada um dos melhores locais do mundo para observação de estrelas) o que nos proporciona um céu maravilhoso durante a noite.



CONHEÇA MAIS



GuestCentric - Hotel website & booking technology

Este site usa cookies para melhorar sua experiência de navegação e fornecer o melhor serviço possível. Continuando a navegar no site, aceita o seu uso.

Ver mais
Ok